Menina síria que relatava guerra no Twitter desapareceu

Susana Lúcio 05 de dezembro de 2016

A conta de Bana Alabed, de sete anos, onde contava como era crescer em Aleppo foi apagada ontem. Mas há boas notícias

Não é conhecido o paradeiro da menina síria que captou a atenção do mundo ao contar os horrores da guerra em Aleppo, no Twitter. Mas apesar de se ter receado o pior por Bana Alabed, de sete anos, um outro tweet veio revelar que a menina ainda está viva. "Sob ataque. Sem sítio para ir, a cada minuto sente-se a morte. Rezem por nós. Adeus - Fatemah", escreveu a mãe de Bana no Twitter.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais