O bispo sírio que salvou centenas de reféns do Daesh

Susana Lúcio 06 de dezembro de 2016

Mar Afram Athneil angariou milhões de euros para pagar o resgate a, pelo menos, 226 cristãos da Igreja Assíria do Oriente raptados pelo Daesh

Durante mais de um ano, um bispo cristão da Igreja Assíria do Oriente angariou dinheiro para salvar mais de 220 pessoas que foram raptadas pela organização terrorista auto-proclamada Estado Islâmico, na Síria, em 2015.

No dia 23 de Fevereiro desse ano, 35 aldeias cristãs do vale do Rio Khabur, no norte da Síria, foram atacadas pelo Daesh e centenas de pessoas, incluindo mulheres e crianças, foram raptadas.   

Uma semana depois, 17 homens raptados da aldeia de Tal Goran foram libertados, mas tinham uma missão. Um deles tinha de entregar uma mensagem ao bispo da cidade síria de Hassakeh, Mar Afram Athneil, e regressar com uma resposta. Se o fizesse, quatro mulheres seriam libertadas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais