Menina de 10 anos morre após mutilação genital na Somália

Diogo Camilo com Leonor Riso 23 de julho de 2018

Deeqa Dahir Nuur sangrou até à morte, depois de contrair tétano dos utensílios não esterilizados utilizados na cirurgia.

Uma rapariga morreu após ter sido submetida a mutilação genital na Somália. Deeqa Dahir Nuur tinha apenas 10 anos e, de acordo com o director do hospital de Dhusmareb, Abdirahman Omar Hassan, sangrou até à morte depois de contrair tétano dos utensílios não esterilizados utilizados na cirurgia.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais