Luso-descendente Devin Nunes na equipa de transição de Trump

Cátia Andrea Costa 14 de novembro de 2016

É contra o Obamacare e a política externa de Obama. Está na equipa de transição mas, nos EUA, há quem acredite que pode ter um lugar na administração Trump. Devin Nunes é um dos elementos da equipa do novo presidente dos EUA

A equipa de transição de Donald Trump vai contar com o luso-descendente Devin Nunes, membro da Câmara dos Representantes desde 2003, presidente do Comité de Informações do mesmo órgão e um duro crítico da política externa de Barack Obama. "Espero ajudar a formar uma equipa energética e virada para o futuro que lidere capazmente o nosso país na direcção de mais crescimento económico, mais oportunidades e uma terra mais segura para todos os norte-americanos", disse o neto de açorianos em comunicado, após ser conhecida a nomeação. 

Além da política externa da actual administração, Nunes também é um opositor do sistema de saúde criado por Obama - o Obamacare -, que Trump pretende desmantelar na quase totalidade. Ainda assim, o luso-descendente não é um defensor de Trump em toda a linha, sendo a favor, por exemplo, do Tratado Transatlântico - já o presidente eleito pretende revogá-lo tão rápido quanto possível. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais