David Cameron rejeita segundo referendo

Cátia Andrea Costa 27 de junho de 2016

Além de anunciar que não cederá à pressão da petição que pede uma nova consulta popular, o Governo britânico afirmou que "não vai tolerar a intolerância" que se tem vindo a sentir depois do resultado do referendo de quinta-feira

O primeiro-ministro inglês demissionário, David Cameron, não pretende realizar um segundo referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia, apesar da petição com milhões de assinaturas a pedir uma nova consulta popular. Um segundo referendo "não está, nem remotamente, em cima da mesa", garantiu o porta-voz do primeiro-ministro demissionário, citado pelo The Independent.

O Governo britânico afirmou também que "não vai tolerar a intolerância", após vários incidentes racistas ou xenófobos terem sido levados a cabo depois do resultado do referendo de quinta-feira, que deu vitória ao Brexit.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais