Ataque terrorista faz pelo menos 17 mortos

Cátia Andrea Costa , Lusa 14 de agosto de 2017
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 22 a 28 de abril
As mais lidas

Restaurante turco na capital do país atacado por três alegados extremistas

O Governo do Burkina Faso classificou como "terrorista" o ataque a um restaurante turco na capital do país, no domingo, que matou pelo menos 17 pessoas.

Reuters
"Este domingo, 13 de Agosto de 2017, pelas 21h00 [hora local], um ataque terrorista atingiu o restaurante Istanbul na avenida Kwame Nkrumah em Ouagadougou", afirmou o Governo, em comunicado . "Este ataque causou até agora 17 vítimas, cujas nacionalidades ainda não foram especificadas, e oito feridos", indicou.

Ao início da manhã, fontes da segurança do país citadas pela AFP garantiam que as tropas de elite que entraram no restaurante para libertar os reféns tinham morto não um mas dois atacantes e vários media davam como certo que os atacantes fossem três.

O Burkina Faso é um dos países mais pobres do mundo. Partilha a fronteira norte com o Mali, que há muito combate extremistas islâmicos.

Em Janeiro de 2016, um ataque a um café causou a morte de 30 pessoas. O atentado foi reivindicado pelo grupo extremista Al-Qaida no Magrebe Islâmico (AQMI), juntamente com o grupo Al Mourabitoun.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Investigação
Opinião Ver mais