Eurogrupo contradiz Comissão Europeia

Alexandra Pedro 16 de setembro de 2017

Jeroen Dijsselblloem não concorda com celeridade na adopção do euro por todos os países da União Europeia. "O alargamento da zona euro deve ser gradual", defendeu

Esta quarta-feira, no seu discurso anual, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, afirmou que os 27 países da União Europeia devem estar na zona euro até 2019. Esta sexta-feira, os ministros das Finanças que fazem parte do Eurogrupo defenderam que a entrada deve ser feita de forma "gradual". 

"O alargamento da zona euro deve ser natural, feito num processo gradual, sem forçar os países da União Europeia a entrarem", defendeu o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, contrariando Juncker, que pretende ainda criar um Fundo Monetário Europeu presidido por um ministro da Economia

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais