Desemprego recua em Setembro na zona euro, Portugal com 4.ª maior queda

Lusa 31 de outubro de 2018
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 27 de janeiro a 2 de fevereiro
As mais lidas

Na zona euro, a taxa de desemprego fixou-se nos 8,1%, em baixa face aos 8,9% de Setembro de 2017, mas estável na comparação com Agosto.

A taxa de desemprego recuou na zona euro e na União Europeia (UE) em Setembro, com Portugal a registar a quarta maior queda homóloga entre os Estados-membros, segundo o Eurostat.

jovens a trabalhar no computador
pessoas lisboa emprego desemprego
jovens a trabalhar no computador
pessoas lisboa emprego desemprego

Na zona euro, a taxa de desemprego fixou-se nos 8,1%, em baixa face aos 8,9% de Setembro de 2017, mas estável na comparação com Agosto.

Na UE, o desemprego foi de 6,9%, estável na comparação com Agosto mas abaixo dos 7,5% de Setembro de 2017.

Na comparação homóloga, a taxa de desemprego recuou em 27 Estados-membros e subiu na Estónia.

Os maiores recuos homólogos do desemprego foram observados em Chipre (de 10,2% para 7,4%), na Croácia (de 10,5% para 8,2%), na Grécia (de 20,9% para 19,0%, dados de julho), em Portugal (de 8,5% para 6,6%) e Espanha (de 16,7% para 14,9%).

As menores taxas de desemprego registaram-se na República Checa (2,3%), Alemanha e Polónia (3,4% cada) e as mais altas na Grécia (19,0% em julho) e Espanha (14,9%).

Em Portugal, a taxa de desemprego recuou também face a Agosto, mês em que foi de 6,9%.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais