Crise: Crise do coronavírus não faz funcionários públicos perder regalias

Crise: Crise do coronavírus não faz funcionários públicos perder regalias
SÁBADO 12 de abril de 2020

Governo não vai reduzir ordenados, nem congelar carreiras e promoções na Administração Pública.

O Governo não tenciona aplicar, este ano, quaisquer cortes no sistema remuneratório da Função Pública por causa da grave crise económica causada pela pandemia do novo coronavírus. No limite, se o País chegar ao final do ano numa situação económica mais grave do que o esperado, admite-se que o Executivo possa não ter condições de concretizar o aumento de 1% prometido à Função Pública para 2021.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais