A filha secreta de Champalimaud que recebeu 60 milhões

Pedro Jorge Castro 14 de abril de 2016

Mariana apareceu junto dos outros herdeiros depois da morte de António Champalimaud. Provou que era filha dele e assinou um acordo confidencial com Proença de Carvalho

Mariana era parecidíssima com António Champalimaud. A desconfiança de que seria filha do industrial era sussurrada entre a elite de Lisboa, mas não havia certezas. Nasceu em 1954, dois anos depois de Luís Champalimaud, o sétimo e último filho de António e Maria Cristina de Mello.

A mãe de Mariana estava casada com um membro dos órgãos sociais de empresas do grupo Champalimaud, descendente de uma família aristocrática, que tinha passado os cinco anos anteriores em África em trabalho. Quando nasceu, a bebé foi registada como a terceira filha do marido da sua mãe e viveu toda a vida convencida de que era ele o pai.

A SÁBADO desta semana desvenda detalhes sobre:

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais