Surfski: Apanhar ondas em caiaques? Um novo desporto

Tânia Pereirinha 08 de janeiro de 2017

Sim, é possível – e chama-se surfski. Quem pratica diz que é muito mais espectacular do que o paddle. Não conseguimos fazer o teste: o mar estava flat

É uma modalidade a dar as primeiras pagaiadas (não, aquilo com que os atletas manobram o caiaque não se chama remo, é uma PAGAIA) em Portugal e isso, explicam à SÁBADO vários participantes do Madeira Ocean Race (já lá iremos), tem muito a ver com o facto de estar associada à Federação Internacional de Canoagem, em vez de à de Surf, como acontece com o cada vez mais em voga stand-up paddel (SUP), que também se pratica com pagaia, mas de pé, em cima de uma prancha.

Traduzido por miúdos, significará que para os leigos, que nunca experimentaram nem um nem outro, fazer canoagem – e surfski – será uma seca e surfar – ou fazer SUP – uma loucura. Já para não falar no peso, na visibilidade e no orçamento que uma e outra têm em todo o mundo.

Como de costume, garante no caso Guilherme Cabral (na imagem abaixo), campeão nacional de surfski em título (conquistou -o pela segunda vez consecutiva sob o olhar da SÁBADO, na última prova do circuito, que ligou a Calheta à Ribeira Brava, no passado 8 de Outubro), os leigos estão errados.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais