Hugo Vau: "Levei com uma onda e só tive tempo para me enrolar, para não ficar partido em dois"

Hugo Vau: 'Levei com uma onda e só tive tempo para me enrolar, para não ficar partido em dois'
Carlos Torres 26 de janeiro de 2018

Como é surfar uma onda de 35 metros? É como descer um prédio de 12 andares a 65 km/h e perseguido por um monstro de água. É assim que Hugo Vau descreve o "momento mágico" vivido na Nazaré a 17 de Janeiro

Uma semana depois de ter surfado uma onda que se calcula ter 35 metros, Hugo Vau voltou à Nazaré. Foi na passada terça-feira, dia 23, mas as ondas estavam pequenas e não chegou a entrar na água. "Fiquei lá junto ao farol, a olhar para o mar, a relembrar aquilo que aconteceu na quarta-feira" [dia 17], contou o surfista à SÁBADO.

Se a World Surf League reconhecer a dimensão da onda gigantesca, Hugo Vau bate o recorde mundial de Garrett McNamara, que em Novembro de 2011 surfou na Nazaré uma onda de 23,77 metros. Hugo e McNamara foram pioneiros a surfar ondas gigantes na Nazaré, e o norte-americano, que não esteve em Portugal na semana passada por estar a filmar um documentário nos EUA, já ligou ao português. "Deu-me os parabéns e disse que estava muito orgulhoso de mim. Ele já viu o meu vídeo e disse-me que são ondas assim que o fazem querer voltar cá, porque em sete anos ele só tinha visto uma onda daquela dimensão uma vez, no primeiro diz em que chegou à Nazaré".  

Sem previsão de ondas grandes até ao final da próxima semana, Hugo Vau tem aproveitado para descansar ("após três semanas muito intensas no mar", o que até o levou a emagrecer). E também dedicou algum tempo a outras questões fora do surf. "Tenho dado muitas entrevistas e tenho aproveitado para cumprir compromissos com patrocinadores", conta.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais