Covid-19

Pico da pandemia de Portugal foi 6 vezes maior que os casos que a Índia regista

Pico da pandemia de Portugal foi 6 vezes maior que os casos que a Índia regista
Diogo Camilo 28 de abril

Índia tem confirmado mais de 300 mil novos casos de covid-19 por dia, mas a incidência do vírus no país é quase 6 vezes inferior ao pico que Portugal viveu em janeiro e fevereiro - o terceiro maior em todo o mundo desde o início da pandemia. Indianos testam 7 vezes menos que Portugal e registam a mesma taxa de testes positivos que portugueses na terceira vaga.

A Índia tornou-se, no início de abril, o epicentro da pandemia da covid-19, registando um recorde mundial de novos casos na passada quarta-feira, com mais de 314 mil infetados num só dia. Desde então, quebrou esse recorde por mais cinco vezes - foram mais de 2,3 milhões de novos casos em apenas uma semana. Ainda assim, estes números impressionantes quase não seriam suficientes para um confinamento em Portugal - a incidência indiana é quase 6 vezes menor que o pico que o nosso país registou entre janeiro e fevereiro, o terceiro maior em todo o mundo desde o início da pandemia.

Os alarmes começaram a soar a 2 de abril, quando a Índia passou a ser a líder mundial de  casos em termos totais, ultrapassando o Brasil. Curiosamente, no mesmo dia, ultrapassou Portugal em termos de casos por 100 mil habitantes a 14 dias, numa altura em que o nosso país começava a registar uma descida do número de casos antes da Páscoa e a Índia começava a aumentar os seus. 

Não era uma estreia: o país já tinha sido líder mundial de casos em termos totais, ultrapassando os EUA em casos entre 6 de agosto e 14 de outubro, naquela que foi a sua verdadeira primeira vaga.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais