Um em cada três latino-americanos paga subornos a funcionários públicos

CM 09 de outubro de 2017

Percentagem equivale a cerca de 90 milhões de pessoas nos 20 países em que decorreu a investigação.

Por Correio da Manhã

Uma em cada três pessoas que usam os serviços públicos na América Latina e nas Caraíbas, nomeadamente no Brasil, admite ter pago subornos a funcionários, indica esta segunda-feira um relatório da organização Transparência Internacional (TI).

No relatório, a organização não governamental indica que os resultados constam de um inquérito a mais de 22 mil pessoas de 20 países da região, concluindo que os governos latino-americanos e caribenhos "não conseguem ir ao encontro das exigências dos cidadãos" para combater a corrupção.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login