TAP reconhece atrasos na ponte aérea Lisboa-Porto e reforça aviões

Negócios 15 de novembro de 2018

A pontualidade está nos 70%, "o que é mau", afirma em entrevista ao Jornal de Notícias o presidente da transportadora, Antonoaldo Neves.

Por Negócios - Jornal de Negócios

O presidente da TAP reconhece problemas na ponte aérea Lisboa-Porto e em entrevista ao Jornal de Notícias anuncia que a transportadora comprou dois Airbus que vão aumentar em quase 40% o número de assentos.

Referindo que há "muitas reclamações de clientes que ficam 30 ou 40 minutos dentro do avião", Antonoaldo Neves identifica dois problemas: as limitações no aeroporto de Lisboa, que atrasa as autorizações para descolar, e o próprio funcionamento da ponte aérea.

"Já fizemos mudanças na pontualidade – está nos 70%, o que é mau, mas quero ter uma pontualidade acima dos 80%", começa por reconhecer.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui