Subsídio de natal vai custar três mil milhões

CM 26 de outubro de 2018

Pagamento da prestação extra a funcionários públicos e reformados leva as contas.

Por Miguel Alexandre Ganhão - Correio da Manhã

As contas do Estado tiveram, no final de setembro, um excedente de 1337 milhões de euros. Mas não ficarão assim por muito tempo, já que novembro é o mês do pagamento do subsídio de Natal por inteiro para mais de 675 mil funcionários públicos e 2,5 milhões de reformados, o que custará aos cofres do Estado cerca de 2980 milhões, atirando as contas de novo para o ‘vermelho’.

Em aditamento à divulgação da execução orçamental referente ao mês de setembro, o Ministério das Finanças mandou um conjunto de explicações já para o mês de novembro que, para além do pagamento do subsídio de Natal, fala ainda numa despesa de 913 milhões que não está refletida nas contas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login