Regulador dos resíduos diz que proveitos da Mota-Engil são "suficientes"

Negócios 08 de janeiro de 2017

Depois das críticas da Mota-Engil, o regulador dos resíduos garante que as receitas permitidas são as suficientes para rentabilizar a operação.

Por André Cabrita-Mendes - Jornal de Negócios

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui