Pré-reformas na Função Pública, o assédio a inquilinos e viragem na Saúde

Negócios 12 de dezembro de 2018

xxxxxxxxxxxxx

Por Celso Filipe - Jornal de Negócios

Bom dia,

O Governo quer avançar com a pré-reforma na Função Pública, permitindo que os funcionários com 55 ou mais anos trabalhem menos horas ou deixem de trabalhar mantendo parte do salário e propõe-se pagar 25% a 100% do salário base. Perante este quadro, os sindicatos temem arbitrariedades na escolha e nos critérios. A jornalista Catarina Almeida Pereira explica-lhe o que está em causa.

Tal como o Negócios noticiou terça-feira, a Lei de Bases da Saúde na versão da nova ministra, Marta Temido, critica o papel dos privados e os seus efeitos negativos para o SNS. Na edição de hoje fica a saber que esta viragem à esquerda na Saúde assusta privados e divide PS.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login