Portugal disponível para reforçar contingente no Iraque

CM 27 de junho de 2017

Missão está dependente da definição da missão da NATO.

Por Correio da Manhã

O ministro da Defesa disse esta terça-feira que Portugal está disponível para integrar uma força da NATO na coligação internacional que combate o grupo Estado Islâmico (EI) no Iraque, na vertente da formação e treino.

"Portugal já mostrou disponibilidade em tempo para assumir que, se fosse necessário, poder reconfigurar o seu empenhamento de forma crescente. Essa disponibilidade mantém-se. Isto pressupõe a definição clara por parte de todos os elementos da Organização. Quando essa definição foi mais clara, estarei em condições de dizer o que convirá ao Estado português", afirmou Azeredo Lopes.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login