Pirataria rouba mil milhões de euros e mais de 22 mil empregos em Portugal

Negócios 05 de dezembro de 2016

Portugal perde cerca de mil milhões de euros anuais e 22.200 empregos directos devido à contrafacção e pirataria em nove sectores, dos quais o de cosmética é o mais afectado, revela um estudo do Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia.

Por Rui Neves - Jornal de Negócios

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login