Operação da Europol identifica 94 suspeitos de exploração e abuso sexual de crianças

CM 26 de outubro de 2018

Trabalho de identificação das vítimas e dos autores dos crimes demorou duas semanas.

Por Lusa - Correio da Manhã

Vinte e sete investigadores de 21 países juntaram-se à Europol para identificar, através de milhões de fotografias e vídeos, 241 vítimas de exploração e abuso sexual de crianças, permitindo acusar 94 abusadores de 28 países pela prática dos crimes.

Um relatório hoje divulgado pela Europol adianta que o trabalho de identificação das vítimas e dos autores dos crimes sexuais demorou duas semanas e foi dirigido por uma `taskforce´ do centro especializado em cibercriminalidade daquele organismo europeu.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login