Macron e Trump "prontos para resposta comum em caso de ataque químico" na Síria

CM 27 de junho de 2017

Advertência norte-americana foi motivada por uma atividade suspeita na base aérea síria de onde partiu o anterior ataque.

Por Correio da Manhã

Os presidentes francês e norte-americano, Emmanuel Macron e Donald Trump, sublinharam hoje, no decurso de uma conversa telefónica, a necessidade de "trabalhar numa resposta comum em caso de ataque químico na Síria", anunciou o Eliseu.

A declaração da presidência francesa surge na sequência das acusações dos Estados Unidos ao regime sírio de Bashar al-Assad, na noite de segunda-feira, sobre a preparação de um novo ataque químico, e referindo estar pronto a ripostar à semelhança do sucedido após um presumível ataque químico em Khan Sheikoun (norte), que no início de abril provocou pelo menos 88 mortos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login