Investigadora na Cisjordânia duvida do impacto real do anúncio de Trump

CM 06 de dezembro de 2017

Especialista acredita que o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel tem um "caráter simbólico".

Por Correio da Manhã

A socióloga Eva Oliveira, que conduz uma investigação em Ciências Políticas na Cisjordânia, acredita que o reconhecimento dos Estados Unidos de Jerusalém como capital de Israel tem um "caráter simbólico" com "pouco impacto" no longo prazo.

A especialista no conflito israelo-palestiniano - que divide o seu tempo entre Portugal, Alemanha e a Palestina - salienta, no entanto, que a primeira reação dos palestinianos será a de "sair à rua em protesto", numa "escalada" que vai redundar em confrontos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login