Economistas unem-se para que alterações no BCP e Novo Banco respeitem interesses nacionais

Negócios 29 de abril de 2016

Não é um manifesto contra a espanholização do sistema bancário nacional mas é um grupo de reflexão que pretende garantir que a recomposição accionista de bancos como o BCP não seja feita de forma semelhante à do Banif.

Por Diogo Cavaleiro - Jornal de Negócios

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login