Antigo guarda de Auschwitz diz-se "sinceramente arrependido"

CM 29 de abril de 2016

Julgado por cumplicidade na morte de dezenas de milhares de pessoas.

Por Correio da Manhã

Um antigo guarda do campo de concentração de Auschwitz, Reinhold Hanning, 94 anos, a ser julgado na Alemanha por cumplicidade na morte de dezenas de milhares de pessoas, falou esta sexta-feira pela primeira vez para se declarar "sinceramente arrependido".

"Tenho vergonha de ter deixado esta injustiça acontecer e de nada ter feito para o impedir (...) Estou sinceramente arrependido", declarou no tribunal de Detmold (oeste), onde está a ser julgado desde 11 de fevereiro "por cumplicidade" na morte de pelo menos 170.000 pessoas entre janeiro de 1943 e junho de 1944.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login