Disparam em fuga para matar GNR

CM 15 de fevereiro de 2018

Gang julgado por 12 roubos a carrinhas de tabaco e por tiros contra militares de patrulha.

Por Correio da Manhã

O Tribunal de Santarém começou a julgar dois homens que estiveram na perseguição de carro, da ponte Vasco da Gama ao Porto Alto, em setembro de 2016, que acabou com um militar da GNR baleado e um dos fugitivos abatido a tiro pelas autoridades.

Ao todo são julgados quatro elementos de um gang do bairro da Torre, Camarate, Loures, que assaltavam distribuidores de tabaco com violência – dois estavam na perseguição em que um terceiro elemento morreu. De 9 de junho a 9 de setembro de 2016 assaltaram 12 carrinhas na zona centro, segundo a acusação.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui