Catarina Martins diz que "não seria admissível" ter ministros a fazer campanha  

Negócios 16 de fevereiro de 2019

"Naturalmente o que não seria admissível era ter ministros em campanha eleitoral", disse Catarina Martins.

Por Lusa - Jornal de Negócios

A coordenadora nacional do Bloco de Esquerda (BE) considerou hoje que "não seria admissível" os ministros fazerem campanha para as eleições europeias, comentando assim a remodelação no Governo devido às escolhas do PS para integrar a lista do partido.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login