Cais de embarque submerso pela água em Olhão

CM 30 de outubro de 2018

Anomalia num flutuador fixou a plataforma abaixo da linha de água.

Por Tiago Griff - Correio da Manhã

O cais flutuante que, em Olhão, é utilizado para o desembarque e embarque dos passageiros das carreiras para as ilhas da Culatra e da Armona, está submerso desde este domingo. "Uma anomalia num dos flutuadores" causou o problema, avançou a Docapesca, que já está no terreno a tentar normalizar a situação.

"A anomalia no flutuador, ao não garantir a horizontalidade do cais, induz um bloqueio dos anéis nas respetivas estacas, impedindo que o cais acompanhe a totalidade da amplitude das marés", justifica a Docapesca, questionada pelo CM, sobre o motivo do cais estar debaixo de água desde este domingo, uma situação que é mais visível quando sobe o nível da maré das águas da ria Formosa.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login