Auditoria ao banco central da Libéria leva a detenção de três ex-responsáveis

CM 03 de março de 2019

Suspeitos arriscam ser acusados de "sabotagem económica" e de "roubo", segundo o jornal liberiano Front Page Africa.

Por Correio da Manhã - Correio da Manhã

Três ex-dirigentes do banco central da Libéria, detidos após a publicação de uma auditoria que revelou métodos pouco ortodoxos da instituição monetária, comparecem na segunda-feira pela primeira vez perante um juiz.

Charles Sirleaf, que ocupou funções importantes no banco até à sua demissão em agosto e é filho da antiga presidente Ellen Johnson Sirleaf (2006-2018), e Dorbor Hagba, um outro dirigente do banco central, foram detidos na quinta-feira à noite, horas após a divulgação do relatório.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login