Do Monte Branco ao alvo José Sócrates
08 de abrilAntónio José Vilela

Do Monte Branco ao alvo José Sócrates

A mudança na hierarquia da justiça coincidiu com o início formal do processo que visou Sócrates. Mas a investigação já estava há muito lançada. Até à próxima sexta-feira, dia da decisão do juiz Ivo Rosa, a SÁBADO vai publicar vários textos que retratam o essencial da acusação e das defesas dos arguidos.

Operação Marquês: O trajeto do dinheiro e a loja de Francisco Canas
07 de abrilAntónio José Vilela

Operação Marquês: O trajeto do dinheiro e a loja de Francisco Canas

Dois milhões de euros, pagos por Ricardo Salgado a José Sócrates, passaram pela loja de Zé das Medalhas. O esquema foi identificado no Monte Branco. Até à próxima sexta-feira, dia da decisão do juiz Ivo Rosa, a SÁBADO vai publicar vários textos que retratam o essencial da acusação e das defesas dos arguidos.

Os grandes e maus negócios do Estado

Portugal não quer fazer o debate de como se ataca essa impunidade estrutural, sob nenhum ponto de vista. Prevalece no debate público esse monstro sagrado dos direitos fundamentais de qualquer cidadão perante o poder coativo da justiça chamado presunção de inocência.

Como Angola dominou os bancos portugueses
22 de fevereiroAntónio José Vilela

Como Angola dominou os bancos portugueses

O braço de ferro durou anos. Houve pressões, jogos de bastidores e muito dinheiro envolvido. Os milhões de Angola colocados na banca nunca tiveram uma origem bem definida: eram do Estado e de figuras poderosas do regime liderado por José Eduardo dos Santos. Estas são as histórias dos esquemas cruzados, offshores, lavagem de dinheiro e relações perigosas.

“Andamos num Cinquecento e o criminoso num Ferrari”
01 de fevereiroAntónio José Vilela

“Andamos num Cinquecento e o criminoso num Ferrari”

Os crimes financeiros e a lavagem de dinheiro são um mundo que conhece bem das operações da PJ onde trabalha há mais de três décadas. O diretor da Unidade de Informação Financeira aproveitou a prática para se doutorar.

Empresa de Ventura foi investigada no caso Monte Branco
08 de janeiroCarlos Rodrigues Lima

Empresa de Ventura foi investigada no caso Monte Branco

Escutas telefónicas levaram os investigadores a estabelecer a ligação entre um dos arguidos, Ricardo Arcos Castro, e a Finpartner, que partilhava a morada com o escritório de advogados Caiado Guerreiro. Candidato presidencial começou por trabalhar como consultor para o escritório de advogados e depois transitou para a consultora fiscal, onde se manteve até junho de 2020.

Apoios à banca custaram mais de 20 mil milhões de euros desde 2008
14 de dezembro de 2020Lusa

Apoios à banca custaram mais de 20 mil milhões de euros desde 2008

Tribunal de Contas aponta que Estado gastou, entre 2008 e 2019, uma média de 1.730 milhões de euros por ano em intervenções públicas no sistema financeiro. No ano passado, os resgates do Novo Banco e BPN custaram mais de 2,5 mil milhões de euros.

Os pecados capitais dos bancos que nos custam muitos milhões
23 de novembro de 2020Ana Taborda

Os pecados capitais dos bancos que nos custam muitos milhões

Ao mesmo tempo que cobram cinco milhões de euros em comissões por dia, nos últimos anos as entidades bancárias receberam 20 mil milhões do Estado. Faturas que o contribuinte paga para tapar buracos de gestão ruinosa.

MP confessa incapacidade para tratar megaprocessos
25 de outubro de 2020Diogo Barreto

MP confessa incapacidade para tratar megaprocessos

A PGDL refere ter poucos recursos para lidar com todos os processos e a falta de preparação dos procuradores para os casos das multas milionárias do Banco de Portugal, CMVM e Autoridade da Concorrência

BPN deve cinco mil milhões ao Estado
14 de outubro de 2020SÁBADO

BPN deve cinco mil milhões ao Estado

As duas empresas públicas "herdeiras" do BPN já receberam cerca de 5,2 mil milhões de euros de empréstimos do Estado para manter a sua atividade.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)