Portugal na Eurovisão em números

Quantas mulheres já representaram o País no Festival Eurovisão da Canção? E quantos homens? Qual o lugar em que ficámos mais vezes? Conheça os números que contam a história da participação portuguesa no festival.

Por Catarina Cruz e Iúri Martins

Quantas mulheres já representaram o País no Festival Eurovisão da Canção? E quantos homens? Qual o lugar em que ficámos mais vezes? Conheça os números que contam a história da participação portuguesa no festival.

Por Catarina Cruz e Iúri Martins

A história do Festival Eurovisão da Canção começa em 1956, mas Portugal só viria a juntar-se à família eurovisiva em 1964. O debute português não corre da melhor forma. António Calvário representa o País em Copenhaga, na Dinamarca, com o tema "Oração", que não conquista um único ponto. No ano seguinte, é Simone de Oliveira a levar o "Sol de inverno" a Nápoles, em Itália, mas a sorte lusa não melhora: um ponto.

Portugal soma 52 participações na Eurovisão e muitas subidas e descidas na tabela classificativa. A posição em que ficámos mais vezes foi em 13.º lugar, sete vezes, seguindo-se o 18.º lugar, que ocupámos em seis ocasiões. 

Mas nem sempre Portugal ficou pelo meio da tabela: em 2017 chegámos ao primeiro lugar com Salvador Sobral, que conquistou a primeira (e única) vitória lusa na Eurovisão, e também já descemos à última posição, quatro vezes, com Cláudia Pascoal (2018), Célia Lawson (1997), Paulo de Carvalho (1974) e António Calvário (1964). Por duas vezes, as canções portuguesas não conseguiram conquistar um único ponto: com António Calvário e Célia Lawson.
Texto Catarina Cruz
Gráficos Catarina Cruz e Iúri Martins
Fotografia REUTERS/Gleb Garanich
Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação