Justiça do Brasil arresta 416 imóveis ao Grupo Espírito Santo

Justiça do Brasil arresta 416 imóveis ao Grupo Espírito Santo
SÁBADO 06 de janeiro de 2019

Acórdão do Superior Tribunal de Justiça do Brasil revela que Ministério Público português pediu à justiça brasileira a apreensão de 416 imóveis ao Grupo Espírito Santo.

A Justiça brasileira arrestou, a pedido do Ministério Público português, 416 imóveis ao Grupo Espírito Santo (GES) no Brasil. O arresto de tamanho número de prédios é revelado num acórdão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) do Brasil. Nesse acordão, Ricardo Salgado, ex-líder do BES e do GES, e José Manuel Espírito Santo, ex-administrador do BES, surgem como principais suspeitos no caso Universo GES.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais