Investigação SÁBADO. Condenada usa dinheiro da família

Diana Cardoso 20 de agosto

Condenada a 17 anos pela morte do noivo e depois de mais de 2 anos em prisão preventiva, Fernanda Balazar regressou à vida normal, em Lisboa. Deu aulas e partilhou casa com desconhecidos.

Depois de ter sido libertada por um erro do Tribunal da Relação de Lisboa, Fernanda Baltazar regressou à vida normal, como se nada fosse. Voltou a dar aulas a crianças em várias escolas. Teve um novo namorado e ainda usufruiu de mais de 20 mil euros de familiares, que até hoje se sentem burlados pela homicida.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais