Hospitais CUF vão recusar-se a praticar eutanásia

Hospitais CUF vão recusar-se a praticar eutanásia
Diogo Camilo 14 de fevereiro de 2020

Decisão partilhada com colaboradores do Grupo José de Mello Saúde é justificada com o "respeito absoluto pela vida humana e pela dignidade da pessoa".

Os hospitais e clínicas CUF vão recusar-se a fazer eutanásias, caso a legalização ou despenalização da prática venha a ser aprovada pela Assembleia da República. De acordo com comunicado da José de Mello Saúde (JMS), enviado a colaboradores, o grupo privado justifica a decisão com o "respeito absoluto pela vida humana e pela dignidade da pessoa".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais