Um alerta global
Ana Rita Cavaco
07 de junho

Um alerta global

Já não é apenas um grito local de sindicatos ou avisos de uma Ordem Profissional. O alerta agora é global e surge da própria Organização Mundial da Saúde (OMS). São precisos mais 6 milhões de enfermeiros e é urgente travar a fuga destes profissionais para os países mais ricos.

Os dados já estavam lançados, mas a Covid-19 deixou o jogo completamente exposto. A falta de enfermeiros é uma realidade perigosa, sobretudo em países como Portugal, cujos profissionais altamente qualificados são atraídos pelas melhores condições propostas pelos países vizinhos. Estou há mais de quatros anos a avisar para esta dura realidade. Aqueles que me ignoraram, sob a desculpa de que este era um tema sindical, podem agora corar de vergonha. Não são palpites, são factos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais