O G2 + 3 no ciberespaço
Paulo Batista Ramos
22 de novembro

O G2 + 3 no ciberespaço

Torna-se pertinente uma breve caraterização das lideranças dos cinco potenciais blocos digitais mundiais emergentes, que irão moldar as nossas vidas neste longo século XXI

Há pouco mais de uma década que os estados vêm assumindo um novo papel no providenciar de garantias de cibersegurança. Estas não estão apenas relacionadas com a defesa dos interesses nacionais, a proteção de infraestruturas e serviços críticos, mas também com a promoção e guarda de direitos fundamentais que garantam a privacidade e uma vida digital sã aos seus cidadãos, famílias e empresas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais