Patriotices
João Pedro George
12 de fevereiro de 2020

Patriotices

À semelhança de Pinheiro Chagas, quando acusou Eça de Queirós de contribuir para a degradação do prestígio português, por ter afirmado que “o nosso império do Oriente fora um monumento de ignomínia”, André Ventura não se cansa de gritar que está grávido de patriotismo

Sempre que oiço André Ventura – um belo rapaz, o que se chama uma jóia – lembro-me do retrato que um tal Eça de Queirós fez de Manuel Pinheiro Chagas. A mesma verve, a mesma fome de pátria, a mesma preocupação com o passado épico de Portugal, a mesma capacidade de se elevar acima dos seus contemporâneos e passar a pente fino as glórias nacionais. Ambos excelentes almas!

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais