Rio descobre a verdade sobre Tancos
Eduardo Dâmaso Director
13 de setembro de 2018

Rio descobre a verdade sobre Tancos

As declarações de Rui Rio sobre a investigação ao caso das armas furtadas em Tancos escolheram o alvo errado. Para quem tanto fala da necessidade de sentido de Estado, o líder do PSD deu um monumental tiro no pé

Depois de se ter recusado a comentar se Joana Marques Vidal deve continuar no cargo ou não, alegando, com razão, que é preciso ter sentido de Estado e evitar a politização destes temas, Rui Rio foi à Universidade de Verão e sacou da pistola contra os seus dois alvos habituais: o Ministério Público (MP), por causa do caso de Tancos, e a comunicação social, porque sim. O falhanço do tiroteio foi estrondoso e as balas crivaram-lhe o próprio pé. Rio pediu mais celeridade e "correcção" ao MP, desvalorizando a complexidade da investigação e comparando o caso à famosa guerra de Solnado.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais