Futebol SA e teorema Al Capone
Eduardo Dâmaso Director
25 de novembro

Futebol SA e teorema Al Capone

Os processos conduzidos pelo procurador Rosário Teixeira e pelo inspetor tributário Paulo Silva abrem a porta do mundo espantoso dos facilitadores e das comissões milionárias do futebol.

A operação judicial lançada, na segunda-feira, pelo Ministério Público e pela Autoridade Tributária, com o apoio da PSP, promete um rombo arrasador no futebol português. Ela toca agora os alicerces do FC Porto, depois de ter abalado o universo do Benfica. Antes de produzir consequências próprias da marcha irreversível da justiça, como eventuais acusações e julgamentos, esta operação mostra já como o rei do futebol português vai nu.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais