Instantâneos (ou quase) 98
António José Vilela Diretor-adjunto
24 de setembro

Instantâneos (ou quase) 98

Os advogados gostam tanto do juiz Ivo Rosa que o defendem em processos disciplinares e não lhe veem defeitos nas decisões (as mesmas que a Relação deita abaixo). Mas os advogados estão atentos a quem substitui o dr. Rosa, por exemplo no caso BES.

A proposta
E se o Governo tratasse de encontrar um CEO para a Educação? E um/a para a Justiça também? E para a Segurança Social, para a Economia, Ambiente... Podemos, claro, continuar a pagar aos ministros para fazerem política. A bem da democracia.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais