Isto agora mete-se Agosto
João Paulo Batalha
03 de agosto

Isto agora mete-se Agosto

Bem-vindos ao mês mágico em que, sem culpa, deixamos por fazer tudo aquilo que, com culpa, deixámos por fazer o resto do ano. É a mesma inércia, mas oficializada.

Começou a acontecer há coisa de um mês, com a novela dos despachos sobre o aeroporto de Lisboa, que ia levando à demissão de Pedro Nuno Santos, mas no fim não levou. Aliás, começou até antes disso, com os comentários da diretora-geral da Saúde sobre os perigos do bacalhau à Brás, seguidos do apelo do Presidente da República aos portugueses para que façam o favor de não adoecer no Verão. Em conversas de amigos ou familiares reagia-se a esta sucessão de parvoíces oficiais com o desabafo resignado e desculpabilizador de que estávamos a entrar na "silly season". 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui