Do Perdão
Carla Oliveira
14 de outubro

Do Perdão

A concessão de um perdão tem apenas como consequência o não cumprimento de toda ou de parte de uma pena aplicada pela prática de um ou mais crimes. Não é mais do que isso e não significa nada mais do que isso.

Condenado, no âmbito de um processo rodeado de forte mediatismo, pela prática de três crimes de tráfico de influência a uma pena de cinco anos de prisão, António Vara, antigo gestor do BCP e ex-ministro, foi libertado pelo Tribunal de Execução de Penas de Évora no inicio desta semana.

Também a sua libertação decorreu de forma mediática, tendo sido apresentadas através dos meios de comunicação social várias explicações e justificações, nem todas elas correctas e precisas.  

Vejamos o que se passou.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui