Os hindus que matam para salvar vacas

Susana Lúcio 27 de outubro de 2016

Na Índia há cada vez mais milícias armadas que patrulham as estradas e vilas à procura de quem esteja a contrabandear ou a matar vacas

São conhecidos como gau raksha e são gangues de homens hindus movidos pela missão de proteger as vacas, consideradas sagradas na Índia.

Pelo menos desde 2015, que grupos de homens armados com espingardas começaram a bloquear camiões nas estradas nacionais. Batem na carroçaria, encostam as orelhas para escutar movimentos e inspiram fundo para detectar o odor pestilento das fezes bovinas. Se apanham alguém a transportar vacas disparam para matar. 

Os vigilantes das vacas surgiram quando foram conhecidas notícias de bovinos a serem contrabandeados para o Bangladesh. Em Setembro do ano passado, um indiano muçulmano Dadri, perto de Deli, foi linchado depois de ser acusado de ter carne de vaca numa arca frigorífica.


Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais