L'Oréal deixa de usar palavra "branqueamento" em todos os produtos de pele

Correio da Manhã 27 de junho de 2020

Medida teve origem nos protestos mundiais anti-racistas derivados da morte do afro-americano George Floyd, nos EUA.

A empresa de cosméticos L'Oréal vai remover a palavra branqueamento de todos os seus produtos de cuidados com a pele.

Segundo a AFP, a medida, divulgada este sábado, tem origem nos protestos mundiais anti-racistas derivados da morte do afro-americano George Floyd, nos EUA, em maio passado.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais