Homem mata criança que o tratava por pai

Homem mata criança que o tratava por pai
Mariana Branco 24 de abril de 2017

Fernando Sierra, treinador de futebol de Felipe Romero, de 10 anos, suicidou-se depois de alvejar a criança

Na passada quinta-feira, Fernando Sierra, treinador de futebol juvenil, sequestrou Felipe Romero, uma criança de 10 anos. Este sábado os dois foram encontrados mortos. O homem de 32 anos deu um tiro na cabeça de Felipe e suicidou-se, adianta o jornal espanhol La Vanguardia.

A relação de Fernando Sierra e Felipe Romero ultrapassava os campos de futebol, segundo revelou a imprensa do Uruguai. Desde 2015, Felipe tratava o treinador como um pai, escrevendo-lhe cartas onde dizia "Pai, gosto muito de ti", avança a mesma fonte. Fernando ia buscar o rapaz à escola, levava-o aos treinos e chegaram a passar férias juntos no Brasil, com autorização por escrito da mãe de Felipe, polícia, que investigou o treinador antes de deixar que a relação deste com o filho se tornasse próxima.

Depois de uma das viagens, a psicóloga da escola de Felipe afirmou ter detectado "comportamentos estranhos". De acordo com o jornal BBC Mundo, foi recomendado que a mãe não permitisse "mais encontros privados entre o treinador e a criança".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais