Elizabeth tinha diabetes. Culto dos pais preferiu rezar a dar-lhe insulina

Elizabeth tinha diabetes. Culto dos pais preferiu rezar a dar-lhe insulina
Ana Bela Ferreira 05 de julho

Doze pessoas foram presas seis meses depois da morte da menina, na Austrália. Pais estão detidos desde janeiro, quando Elizabeth não resistiu a seis dias sem insulina, que lhe permitira controlar a diabetes tipo 1 de que sofria.

Elizabeth Struhs, de 8 anos, morreu a 7 de janeiro na sua casa, em Brisbane (Austrália), na sequência de lhe ter sido recusada insulina durante quase uma semana, apesar de sofrer de diabetes tipo 1. Agora, 12 membros de uma seita religiosa foram presos e acusados da morte da menina.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais