Entrevista
Entrevista

Ana Paula Martins: "No mundo inteiro, as farmácias estão a vacinar"

Ana Paula Martins: 'No mundo inteiro, as farmácias estão a vacinar'
Marco Alves 11 de fevereiro

À SÁBADO, a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos faz um balanço da vacinação contra a gripe em novembro e dezembro. É uma amostra do que podem fazer com as vacinas contra a covid. Mas o Estado tem de se chegar à frente.

Quando Ana Paula Martins atendeu o telefone ainda não se sabia a novidade de ontem: a task force para a vacinação contra a Covid-19 admite recorrer às farmácias no esforço de vacinação da população, algo que até agora não estava na agenda do Governo. A própria bastonária diz que nunca o assunto foi sequer abordado em reuniões.

A rede de estabelecimentos espalhados pelo país e a competência técnica dos farmacêuticos é uma mais valia que se viu recentemnete, por exemplo, na campanha da vacinação da gripe. Que só não atingiu números maiores devido à ruptura de stocks. Mas para que as farmácias sejam envolvidas, o governo tem de se sentar à mesa e todos têm de acordar um preço.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)