"Figo foi armado pela UEFA para atacar Blatter"

26 de fevereiro de 2016

O francês, de 57 anos, é um dos cinco candidatos à presidência da FIFA nas eleições do próximo dia 26. Em exclusivo à SÁBADO, acusa Platini de cobardia, ataca Figo, elogia Fernando Gomes, defende a introdução do vídeo-árbitro e do cartão laranja e admite que o Qatar pode perder o Mundial 2022

Jérôme Champagne trabalhou na embaixada francesa em Brasília e, por isso, sabe falar português. Esteve 11 anos na FIFA, tendo sido conselheiro internacional de Blatter. Apesar dos elogios que faz a Fernando Gomes, que considera ter "um perfil adequado" para liderar a UEFA, não tem o apoio de Portugal nestas eleições - a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) preferiu ficar do lado de Gianni Infantino, actual secretário-geral da UEFA. 

 

Antes das eleições de 2013 e 2015, Joseph Blatter foi acusado de fazer doações à CONCACAF [Confederação da América do Norte, Central e Caraíbas] apenas para ter os votos dessas federações. Deve haver maior fiscalização na forma como a FIFA distribui esse dinheiro?

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais