FC Porto denuncia "oito árbitros ao serviço do Benfica"

FC Porto denuncia 'oito árbitros ao serviço do Benfica'
Alexandre R. Malhado 07 de junho de 2017

O director de comunicação do FC Porto denunciou um alegado "esquema de corrupção de árbitros para favorecer o Benfica"

O director de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, denunciou na noite desta terça-feira um alegado "esquema de corrupção de árbitros para favorecer o Benfica", onde estão oito juízes implicados.

Com base em alegados e-mails trocados entre o antigo árbitro Adão Mendes e o actual director de conteúdos da Benfica TV, Pedro Guerra, o dirigente portista diz que Jorge Ferreira, Nuno Almeida, Manuel Mota, Vasco Santos, Rui Silva, Hugo Pacheco, Bruno Esteves e Paulo Baptista são árbitros envolvidos num "esquema de corrupção para favorecer o Benfica".

"A 28 de Janeiro de 2014, naquele que é o primeiro campeonato do tetra do Benfica, Adão Mendes enviou um e-mail a Pedro Guerra com algumas passagens como estas. 'Sobre a arbitragem não temos que ser mãozinhas. O primeiro-ministro é um grande homem e líder, sei do que falo. Hoje o Benfica manda e os outros não mexem nada. O resto virá por acréscimo. Dizem os grandes sábios dos painéis que algo está a mudar. Hoje sabem que quem nos prejudicar será punido'", disse Francisco J. Marques.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais