Testagem em lares ajudou a evitar 874 surtos

Desde outubro, foram testados mais de 170 mil funcionários de lares no âmbito do plano de testagem preventiva. Este plano termina no final de junho e, até agora, foram identificados casos positivos em 874 estruturas residenciais para idosos.

Antes de ser anunciada a Estratégia Nacional de Testes, em fevereiro, para escolas, prisões ou fábricas, já os testes em massa estavam a ser feitos nos lares. Entre outubro, mês em que começou o plano de testagem preventiva nas estruturas residenciais para idosos, e este domingo, foram feitos, no total, 294 mil testes e 177.400 testes só a funcionários. Os dados enviados à SÁBADO pelo virologista Pedro Simas, também consultor científico do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social no âmbito deste programa de testagem preventiva nos lares, revelam que foram potencialmente evitados 874 surtos. Significa isto que, do universo de lares testados, mais de oito centenas tinham, pelo menos, um caso positivo. Em percentagem, em 40% dos lares testados foram encontrados casos positivos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais